sexta-feira, 4 de julho de 2014

[resenha #02] Cilada - Harlan Coben



Título: Cilada
Autor: Harlan Coben
Páginas: 271
Editora: Arqueiro

Sinopse: Haley McWaid tem 17 anos. É uma aluna exemplar, disciplinada, ama esportes e sonha entrar para uma boa faculdade. Por isso, quando certa noite ela não volta para casa e três meses transcorrem sem que se tenha nenhuma notícia dela, todos na cidade começam a imaginar o pior.
    O assistente social Dan Mercer recebe um estranho telefonema de uma adolescente e vai a seu encontro. Ao chegar ao local, ele é surpreendido pela equipe de um programa de televisão, que o exibe em rede nacional como pedófilo. Inocentado por falta de provas, Dan é morto logo em seguida.
    Na junção dessas duas histórias está Wendy Tynes, a repórter que armou a cilada para Dan e que se torna a única testemunha de seu assassinato. Wendy sempre confiou apenas nos fatos, mas seu instinto lhe diz que Mercer talvez não fosse culpado. Agora ela precisa descobrir se desmascarou um criminoso ou causou a morte de um inocente.
    Nas investigações da morte de Dan e do desaparecimento de Haley, verdades inimagináveis são reveladas e a fragilidade de vidas aparentemente normais é posta à prova. Todos têm algo a esconder e os segredos se interligam e se completam em um elaborado mosaico de mistérios.




    Se hoje sou apaixonada por casos policiais, devo agradecer ao Coben. Seus livros são simplesmente fantásticos, envolventes e irritantemente curiosos. Com Cilada não seria diferente.

    O livro narra a história de dois casos. De um lado, num bairro de classe média, Haley McWaid. Uma adolescente esforçada, estudiosa e perfeccionista que tinha o sonho de entrar para uma boa faculdade. Tinha. Tudo muda quando a garota sai à noite e não volta para casa. Sua família liga para a polícia e, a princípio, o delegado acha que ela havia saído de casa só para extravasar suas frustrações na rua. Três meses se passam e é como "se Haley tivesse sido tragada pela terra". Todos então começam a cogitar a possibilidade de que ela tenha fugido... menos seus pais. Embora a esperança tenha sido mantida, eles temiam o pior.

    Do outro lado, Dan Mercer. Formado numa universidade renomada e hoje, assistente social. Após receber uma ligação curiosa de uma adolescente, ele vai ao seu encontro e é flagrado ao entrar no local. Câmeras, holofotes, tumulto e uma acusação: pedófilo. Ele é então levado ao tribunal e acaba por ser inocentado, mas não fica livre das acusações da comunidade. Pouco tempo depois Dan é assassinado e uma única mulher testemunha todo o acontecimento.

    Entre os dois casos, Wendy Tynes. Repórter da NTC News que possui um programa de rede nacional, onde ela atrai pedófilos e os desmascara em flagrante. É essa mesma repórter quem surpreende Dan, faz com que sua vida seja um inferno e testemunha a sua morte.

    Simplesmente me apaixonei por esse livro. É aquele tipo de leitura onde você não consegue se desgrudar e deixa de varrer a casa pra virar a próxima página. Os dois casos se ligam de uma forma incrível e você chega a pensar num "Sério? Por que não pensei nisso antes?". Quando você acha que está tudo resolvido e que o livro já pode acabar, surge uma nova dúvida e com ela novos capítulos. Não há magia nenhuma na história, apenas fatos cotidianos que dão vida aos personagens. Wendy tem o dom de te fazer ter uma relação de amor e ódio com ela; você a ama por ser tão curiosa e a odeia pelo mesmo motivo. 

    Não tenho o que reclamar desse livro. Apenas ressaltar que os nomes dos personagens te fazem ficar um pouco confuso, mas com o decorrer de tudo você se acostuma — e tenho certeza que irá sentir saudade deles quando acabar a sua leitura. Criei um tipo de paixão platônica pelo delegado Mickey Walker. Amei esse nome e inclusive to pensando em colocá-lo no meu filho...


    Como esse livro foi lido na Maratona Literária #EuSouDoideira, deixo aqui a música que escolhi. Não sei vocês, mas eu acho que foram feitos um para o outro:


8 comentários:

  1. Oiiii!!
    Adoorando essa maratona meew!
    Nossa eu tbm sou apaixonada pelo Coben e Cilada foi um dos primeiros livros que li dele e sou apaixonada por este livro!
    Tive muuitos momentos de tensão enquanto lia e fiquei muito com cara de WTF quando terminei!
    Mto fodah!!
    Adoorei a escolha da musica tbm !
    BJoos
    http://chacombolacha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!
      Definitivamente o desfecho me surpreendeu bastante. Também tive vários momentos de tensão enquanto lia. Impossível não amar.

      Beijenhos ;3

      Excluir
  2. Wow! Sua resenha fez com que eu quisesse correr e comprar! :D
    Apesar das críticas positivas e da grande publicidade, só li um livro do Coben (e não me orgulho nadica disso). Espero conseguir encontrar "Cilada" em promoção logo :)
    Ah, adorei a escolha da música!

    Daniele,
    www.umlivroeu.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada :3
      Olha, se eu fosse você, corria até a livraria mais próxima e comprava Cilada. Garanto que não vai se arrepender ;)

      Excluir
  3. Que resenha perfeita >< Amo histórias histórias assim, que envolvem investigação, policiais... É certeza de que vou ler.

    Visita? Livros, eu Amo

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leia sim. Se você já gosta de histórias desse tipo, com certeza vai pra sua lista de favoritos :3

      Excluir
  4. Olá =).
    Eu já li um livro desse autor e não curti nem um pouco, a partir daí decidi que as obras que ele escreve não são pra mim. Uma pena! Mas sei que muita gente gosta.
    Beijos.

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É uma pena =( Qual livro você leu?

      Excluir

Obrigada por comentar!